Essa é uma frase que tem se popularizado muito na internet nos últimos tempos, principalmente quando buscamos por SEO ou Search Engine Optimization no Google. Mas seria mesmo possível garantir o primeiro resultado nas buscas por uma determinada palavra-chave? Sejamos francos, não.

É verdade que o trabalho do SEO é aumentar a visibilidade de um site nos resultados das ferramentas de buscas, mas seria leviano da parte de qualquer empresa garantir o primeiro, segundo ou terceiro lugar, principalmente sem levar em consideração o conhecimento de inúmeros outros fatores.

Para o público, de uma forma geral, é difícil entender o trabalho do SEO e principalmente o emprego de suas técnicas na otimização de um site. Essa falta de conhecimento acaba sendo um prato cheio para as empresas que utilizam em suas estratégias SEO, técnicas pouco ortodoxas (como o Black Hat), com o intuito de garantir o primeiro resultado nas buscas.

O emprego dessas técnicas, na otimização de qualquer site, além de imoral é também penalizado pelo Google e por todas as outras ferramentas de buscas, o que pode tornar um site, praticamente invisível para o público. Para conseguir alcançar o melhor resultado possível e da forma correta, basicamente, são empregados dois fatores na otimização, são eles: on-page e off-page.

Fatores on-page, estão relacionados primordialmente a construção de um site e a forma como ele foi “escrito”. Esse fator é responsabilidade de quem desenvolveu o site e sua otimização, passa obrigatoriamente pela equipe de SEO. Por isso, esse fator é completamente controlável e pode ser garantida a melhor otimização possível, esbarrando apenas no conhecimento da equipe responsável.

Já os fatores off-page, são menos controláveis para a equipe SEO e representam principalmente o gosto do público e sua adesão ao site. Um dos pontos chave para que possamos entender melhor essa relação do público, é observar a relevância que aquele conteúdo têm para o meio em que foi inserido.

SEO de Verdade

 

Sites com conteúdo realmente relevante e que agregam de forma verdadeira o conhecimento a seu público, serão mais bem posicionados do que sites com conteúdos escassos. Até porque, um dos principais fatores off-page para o bom posicionamento de um site é a sua popularidade e a sua citação, de forma natural, em outros sites com o conteúdo parecido, como uma verdadeira referência, assim como ocorre em artigos acadêmicos.

Mas, se não é possível garantir o primeiro lugar, por que investir em SEO? Bom, nem só de primeiro lugar, vive o SEO. É importante que você saiba que os outros resultados também geram tráfego para os sites. Uma estratégia bem elaborada de SEO pode garantir uma relação custo-benefício, bastante interessante para qualquer empresa sem precisar necessariamente alcançar o primeiro lugar, mas, lembre-se conteúdo é tudo e sem uma mínima quantidade dele, qualquer SEO está arruinado.

O importante é que você possa ter a certeza de que o seu site está o mais bem otimizado possível para o conteúdo disponível e que a estratégia adotada também é a melhor, mas isso só é possível quando trabalhamos com uma empresa honesta e em que se possa confiar.

Espero que agora, você consiga entender porque afirmar que um site pode aparecer no primeiro resultado do Google, ou de qualquer outro buscador, é verdadeiramente uma promessa que não pode ser cumprida.Com esse conhecimento você poderá fugir de empresas e profissionais que prometem esses resultados inalcançáveis, a não ser, é claro, que você não se importe em perder dinheiro e tempo.

Agora você já sabe que é impossível garantir o primeiro resultado no SEO sem antes conhecer bem o site que se deseja otimizar. Você concorda? Deixe o seu comentário!

"Conhecimento compartilhado se multiplica..."

Antonio Guimarães

Antonio Guimarães

Cofundador e Editor

Persistente. Essa é a melhor palavra para descrever a sua personalidade, alguns, até diriam sonhador e inovador, mas vamos deixar isso a cargo daqueles que o conhecem melhor. O fato é que sua formação em Aviação Civil lhe rendeu asas e coragem para descobrir o novo.